O projeto de extensão da UNILA Cineclube Cinelatino terá sua segunda edição na próxima segunda-feira (26), às 19h30, no Cine Boulevard, com entrada franca e aberto ao público. Será exibido o longa Amontanha sagrada (1972), de Alejandro Jodorowsky. A obra-prima do cineasta chileno foi financiada pelo Beatle John Lennon, que virou seu fã após assistir a El topo (1969), outra produção de Jodorowsky.

A tradição subversiva da arte de vanguarda, o surrealismo e a força da contracultura dos anos 60 se fundem na obra desse cineasta e artista multimídia, que teve admiradores e parceiros como Moebius, Orson Welles, Marcel Marceau, Fernando Arrabal, entre outros.

“Mais do que converter sonhos ou materiais oriundos do inconsciente em imagens, Jodorowsky deseja fazer com que o ato de ver um filme seja para o espectador uma experiência iniciática e verdadeiramente reveladora”, afirma Estevão Garcia, professor do curso de Cinema e Audiovisual da UNILA.

A originalidade estética da obra do autor de El TopoA montanha sagrada e Santa sangre está no fato de que seu cinema sempre bebeu de inúmeros referenciais artísticos e extra-artísticos. Jodorowsky é ainda diretor de teatro, ator, produtor, compositor, escritor e autor teatral. Filósofo, humorista, especialista em tarô, terapeuta, espiritualista e mestre dos quadrinhos, foi ainda um dos criadores do Teatro Pânico e precursor do Midnight Movies.

“A aventura da criação, para Jodorowsky, não é sentida apenas como uma forma de se expressar, mas também como uma jornada místico-sagrada em busca da transformação e do autoconhecimento”, diz o docente Estevão Garcia.

Cinema e Performance

A exibição do filme será seguida por um debate sobre as relações entre cinema e performance, com Fernando Mesquita de Faria, professor de performance do curso de Letras, Artes e Mediação Cultural da UNILA. A mediação será do professor Estevão Garcia.

O Cineclube Cinelatino, um projeto que conta com a parceria do Iguassu Boulevard,  pretende estreitar a relação da comunidade da tríplice fronteira, a partir da exibição e debate de produções cinematográficas latino-americanas. Todas as sessões têm entrada gratuita.

Ficha Técnica

A montanha sagrada  (México / EUA, 1972)
Direção e roteiro: Alejandro Jodorowsky

Sinopse: Um Cristo latino-americano moderno transita pela Cidade do México com o seu companheiro anão. Após um périplo nada convencional, se depara com um mestre alquimista, interpretado pelo próprio Jodorowsky, que reúne um grupo de poderosos capitalistas representados por cada planeta do Sistema Solar. Submete o grupo a uma série de ritos de natureza mística para que se desprendam da bagagem “mundana” ou “material”, antes de viajar em direção à misteriosa Ilha de Loto. Uma vez na ilha, iniciam a subida à Montanha Sagrada para substituir os deuses imortais que, segundo a lenda, lá habitam.

Página no FB: https://www.facebook.com/pages/Cinelatino/291345764300311?fref=ts

Fonte: http://unila.edu.br/noticias/cineclube-cinelatino