logo-conferenciaextraordinaria2014

A Fundação Cultural de Curitiba postou as resoluções dos Grupos de Trabalho da Conferência Extraordinária de Cultura, realizada no úlitmo final de semana na Provínica. Lamentavelmente a reacionária e lernista classe artística de CUritiba votou em seus documentos pela manutenção do famigerado Mecenato. E pior, em 2013 a mesma classe boicotou a conferência de fato, feita como etapa prévia da Conferência Nacional. Segue o anúncio equivocado e demagógico da FCC:

Em relação aos programas de financiamento, foi revista a posição da Conferência de 2013, que havia deliberado pelo fim do programa de incentivo à cultura através da renúncia fiscal. Esta etapa da Conferência aprovou a continuidade do programa, porém com reformulações. Outra proposta relacionada aos programas de fomento é a criação de um edital permanente multiáreas.

Apesar do anúncio insano e inusitado, nada foi votado ainda e não é uma conferência extraordinária, criada para agradar a nata azeda da burguesia que vai salvar o Mecenato. Algumas pessoas do campo da centro-esquerda, principalmente do PT de Curitiba, devem rever esse posicionamento atrasado para não comprometerem as suas militâncias e biografias. A massa até perdoa uma traição, mas nunca o traidor. Haverão seminários e outros encontros para se discutir as prioridades e os programas de cultura da cidade.

Em relação ao fim do Mecenato, esse blog tem postura clara de defesa da diretriz de 2013 que prevê a sua extinção e não irá medir esforços para isso.

Resoluções: Grupo 1 | Grupo 2 e 3 | Grupo 4

Fonte: http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/noticias/resolucoes-da-conferencia-de-cultura-continuam-em-debate-nas-proximas-etapas