Manual de sobrevivência a Trabalhos de Conclusão de Curso de Cinema e afins

Esse é um manual de sobrevivência para escrever o seu projeto de TCC de Cinema.

Essa é uma forma de estudantes de cinema se virarem em relação a editais toscos e com prazos absurdos como acontece no Brasil inteiro, tanto em universidades públicas como nas pagas.

IMPORTANTE: seja objetivo e direto no que pretende; o TCC é pra passar de ano e se formar, não é tese de doutoramento e nem a pesquisa da sua vida; fazer algo descompromissado ou simples não significa fazer algo tosco; o ideal é que tanto a monografia nos TCCs teóricos e o memorial descritivo nos TCCs práticos tenham no máximo 50 páginas, algo sucinto e coerente, respeitanto a norma culta.

ORIENTADOR: deve ser uma pessoa de confiança, que você conheça e que domine a área que você pretende explorar e estudar no TCC; evite pegar um professor omisso apenas pra preencher tabela e se formar sem se preocupar. Acompanhei TCCs práticos que nem se concluíram por esse tipo de omissão. Busque conversar com o seu orientador antes de indicar ele no projeto.

Os requisitos do TCC:

  1. Tema: a) teórico – o que você quer tratar, um conceito em linhas gerais que não seja amplo e vazio; b) prático – o storyline do filme ou o assunto abordado em um documentário, a proposta estética de uma vídeo-instalação por exemplo.
  2. Delimitação do Tema: a) teórico – fazer uma sinopse de 5 até 10 linhas problematizando as questões a serem abordadas, questionadas e relacionadas na pesquisa; b) prático – o que se pretende fazer, a ideia e o conceito do filme, algo como a apresentação em um projeto.
  3. Problemas: a) teórico – o melhor é pensar em um problema geral ou assunto geral, mas delimitado, se o assunto permitir uma descrição de problema a ser resolvido, sem forçar a barra, melhor ainda; b) prático – se for um TCC prático fica estranho discorrer sobre o “problema” ou as suas “hipóteses”, mas dá pra dar uma contornada nesse tipo de bronca esboçando alguns assuntos que o filme for tratar;
  4. Hipóteses: a) teórico – na teórica busque a partir do assunto geral elencar tópicos que possam ser problematizados, se rolar de formular hipóteses é melhor, mas sem forçar a barra, pesquisa em artes com uma rigidez científica das ciências exatas é algo histriônico; b) prático – busque uma proposta estética para ser posta em prática na realização do projeto, algo meio filme-dispositivo, ou elenque propostas estéticas a serem executadas;
  5. Justificativa: a) teórico – a justificativa quanto a relevância do tema e da pesquisa para a monografia; colocar “aprimoramento acadêmico” justifica quase tudo; b) prático – no prático são as motivações ou pode ser a justificativa de um projeto, como esses de editais, faça algo com 10 linhas;
  6. Objetivos Gerais: a) teórico – são parte das atividades a serem realizadas durante a pesquisa que tenham mais ligação com o assunto geral da pesquisa; b) prático – pode ser fazer um filme segundo um conceito contido no tema;
  7. Objetivos Específicos: a) teórico – algumas atividades ligadas mais a parte metodológica como levantamento bibliográfico e filmográfico; b) prático – depende dos proponentes e as funções que eles irão exercer no TCC, se for um diretor, um montador e um fotógrafo, cada um vai ter que apresentar em uma ou duas linhas com o que pretende fazer esteticamente no filme;
  8. Fundamentação Teórica: a) teórico – os autores e conceitos, escolas ou movimentos que pretende tratar; b) prático – pode ser algo próximo ao TCC teórico, mas pode também ser as referências fílmicas pretendidas no projeto;
  9. Cronograma: faça mensal: a) teórico – busque no primeiro semestre ir atrás da bibliografia, ler os livros que listou, conhecer os autores e os conceitos, no segundo semestre é a hora de por tudo no papel, reserve um mês para fazer junto ao orientador uma revisão do texto; b) prático – no primeiro semestre é a pré-produção, o fechamento das referências fílmicas e artísticas, listar o que vai ser utilizado de equipamento e estrutura, a pesquisa dos departamentos e etc; filme no final do 1º semestre ou no início do 2º semestre do TCC, filme nas férias se for preciso, deixe uns 3 meses para a finalização e o fechamento do memorial descritivo, é muito escroto entregar um filme no primeiro corte, demonstra relaxo e amadorismo.
  10. Bibliografia preliminar: pode ser livros, filmes, autores, diretores.

LEMBRE-SE: o projeto pode, após a escolha do orientador, ser reformulado; o importante é cumprir os prazos, entregar o trabalho sem stress e se formar, aplicar um wazari na acadêmia e picar a mula. Na prática a teoria sempre é outra.

MONTANDO A BANCA: escolha você mesmo os professores, evite pegar gente que vai te ferrar na banca.

APRESENTANDO O TCC: chame conhecidos para assistirem a sua defesa, se for só você a banca pode te trucidar sem perdão, com platéia o “cuzão” que mora dentro dos professores fica acossado.