BNDES: edital de cinema é prorrogado até o dia 15/4/2012

Prazo para protocolar pedido de autorização de aprovação do projeto na Ancine continua sendo 15 de março.

O BNDES prorrogou até o próximo dia 15 de abril as inscrições para o seu Edital de Cinema. O prazo para pedido de autorização de aprovação do projeto na Agência Nacional do Cinema (Ancine), no entanto, permanece o mesmo: 15 de março.

O Edital de Cinema do BNDES vai destinar R$ 14 milhões para apoiar a produção e finalização de obras de ficção, animação e documentários. As regras estão disponíveis aqui.

O edital divide as propostas em dois grupos. No primeiro, o processo de seleção seguirá os critérios tradicionalmente enfatizados pelo BNDES, priorizando a busca de resultados comerciais e econômicos, que dinamizem a cadeia produtiva e maximizem o retorno financeiro para o investidor, sem prejuízo da observância da qualidade artística e técnica.

No segundo grupo, a ênfase vai para projetos que priorizem a busca de reconhecimento artístico e técnico no circuito internacional. Neste caso, a seleção vai enfatizar a análise do argumento, roteiro e storyboard, bem como prêmios recebidos para estes itens, que terão maior peso na análise das propostas. No caso de candidatos à finalização, o BNDES vai avaliar também o material filmado. Para esse grupo, serão destinados R$ 5 milhões.

No total, serão destinados R$ 12 milhões para a produção e finalização de obras de ficção e animação e R$ 2 milhões para a produção de documentários. Cada candidato define, de acordo com as características de seu projeto, em qual grupo ele se enquadra melhor, com mais chances de receber apoio.

O valor máximo a ser concedido para projetos de produção é de R$ 1,5 milhão (Grupo 1) e R$ 1 milhão (Grupo 2). Para finalização, o teto do apoio do BNDES é de R$ 750 mil para os dois grupos, e R$ 500 mil para documentários.

Podem concorrer projetos já aprovados pela Ancine e que tenham registro ou protocolo de registro de emissão e distribuição de Certificados de Investimento Audiovisual na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no caso dos gêneros Ficção e Animação, conforme previsto na Lei do Audiovisual. Para documentários, o apoio ocorrerá por meio de colaboração financeira não-reembolsável, também prevista na Lei do Audiovisual.

Não serão aceitas inscrições de projetos já apoiados em editais anteriores do Sistema BNDES ou de produtoras e diretores que estejam em situação de inadimplência com o Banco. Para conferir o edital na íntegra, acesse aqui. 

Fonte: http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Sala_de_Imprensa/Destaques_Primeira_Pagina/20120302_edital_cinema_prorrogado.html